> > > Casa Ventura

Casa Ventura

Casa Ventura
A Casa Ventura, projetada pelo escritório Arquitetura Nacional, tinha como premissa ter seus ambientes integrados com a natureza Foto/Imagem:Cristiano Bauce

Refúgio aconchegante

A Casa Ventura – localizada em um condomínio fechado no município de Xangri-Lá (RS) – faz uso da posição privilegiada do lote em esquina e próximo a um lago para explorar de maneiras distintas as relações visuais e de privacidade como elementos compositivos.

O programa é padrão para uma casa de praia: área social generosa para receber a família e amigos e uma área íntima que permita o descanso. Decidiu-se por ocupar o térreo com espaços de convivência de forma mais aberta possível, enquanto no segundo pavimento ficam os dormitórios e todos os ambientes de lazer privativos - um spa e a sala de tv.

A área de lazer é totalmente aberta e se estende à paisagem de Xangri-lá (RS) Foto: Cristiano Bauce 

No térreo, os espaços sociais estão articulados por volumes que abrigam os usos complementares (cozinha, lavabo, depósitos e serviço). As áreas de convívio internas do térreo estão delimitadas pela esquadria de acesso (porta de correr com 5 m de largura) e outras duas esquadrias, com 9 m cada, configuradas em ‘L’. Ao abrir essas esquadrias, cria-se um espaço social contínuo desde a frente aos fundos do lote, onde localiza-se a piscina e um estar descoberto, configurando uma grande varanda coberta. Na entrada, um armário suspenso que abriga a tv, lareira e rouparia organiza os fluxos de acesso sem quebrar a continuidade do espaço.

A seleção do mobiliário mescla peças modernas e contemporâneas de arquitetos e designers brasileiros. Com a abertura total das esquadrias, os ambientes internos e externos se fundem ampliando ainda mais as possibilidades de uso dos espaços sociais. A composição de materiais da marcenaria e do mobiliário cria uma ambiência confortável através do uso de elementos naturais e cores   

Por se localizar em uma esquina, com um fluxo considerável de pessoas, os visuais internos são resguardados pela vegetação, que também serve de bloqueio para os ventos provenientes do nordeste, característicos da região.

No segundo pavimento estão localizadas as quatro suítes, spa, sala de massagem e uma sala íntima. Em contraposição à composição mais aberta do térreo, o segundo pavimento caracteriza-se por um volume único, com aspecto mais tectônico e privado. Para isso, foi desenvolvido pela Arquitetura Nacional um módulo de fechamento em GRC (Glass Reinforced Concrete) que pudesse criar um filtro entre o exterior e interior. 

A fachada do segundo pavimento é composta por 390 módulos em GRC, de 80x80cm, que possuem cimento branco e fibra de vidro em sua composição. Seu desenho foi pensado de forma a direcionar a luz do dia de maneira rebatida ao interior, criando uma iluminação difusa e suave, e ao mesmo tempo dando privacidade às áreas íntimas da casa. Nos dormitórios e no spa os módulos de GRC são pivotantes, permitindo uma maior abertura aos visuais quando desejável.

A sobriedade da paleta de materiais da marcenaria e do mobiliário do segundo pavimento busca valorizar o invólucro externo em GRC e os efeitos criados pela luz ao longo do dia nos espaços.

Escritório

Arquitetura Nacional13 projeto(s)

Local: RS, Brasil
Início do projeto: 2018
Conclusão da obra: 2020
Área do terreno: 600
Área construída: 600

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

    Slideshow

    Ficha Técnica

    Exibir mais itens

    Receba gratuitamente os Boletins e
    Informativos da Galeria da Arquitetura.

    (55 11) 3879-7777

    Fale conosco Anuncie

    Outros produtos da e-Construmarket

    novidades fechar
    Receba o boletim da
    Galeria da Arquitetura
    veja um exemplo