> > > Mansão Galo Bravo

Mansão Galo Bravo

Mansão Galo Bravo
Com uma estrutura que é teto e parede ao mesmo tempo, a Mansão Galo Bravo segue inserida na natureza Foto/Imagem:Barillari Arquitetura

Cobertura onipresente

A marcante cobertura do espaço de eventos Mansão Galo Bravo (MGB), localizada na cidade de Ribeirão Preto, interior paulista, revela um projeto arquitetônico tecnológico e diferenciado.

Instalada ao lado de uma residência construída em 1942, a MGB funcionava como uma área destinada à realização de shows e eventos e contava apenas com uma cobertura temporária.

Por isso, em 2013, com a intervenção do escritório Barillari Arquitetura, pensou-se em desenvolver uma estrutura definitiva, que acolhesse confortavelmente os diversos tipos de cerimônias como casamentos, formaturas, confraternizações e aniversários.

“Era preciso pensar em uma infraestrutura de palco, acústica e iluminação apropriadas para a realização dessas reuniões”, conta o arquiteto Luiz César Barillari.

O acesso principal à Mansão Galo Bravo acontece por uma cota mais alta do terreno. O salão é contornado por uma grande área verde e está à frente de um extenso lago. A cobertura deveria ser vista de todos os ângulos, inclusive por cima. Para isto, utilizou-se um material diferenciado e que tivesse continuidade, ao longo de toda a construção.

Mansão Galo Bravo - Cobertura onipresente
O espaço de eventos Mansão Galo Bravo está localizado na cidade de Ribeirão Preto, interior de São Paulo (SP) Foto: Barillari Arquitetura

Outro fator essencial na reconfiguração do empreendimento se deve à grande quantidade de árvores, assim como ao lago e à casa dos anos 40. De acordo com o arquiteto, a cobertura cria um contraste entre o antigo e o novo, através da arquitetura contemporânea e entre o construído e o natural: “Ela também foi pensada para contornar a vegetação, daí o formato inusitado”, complementa.

Cobertura de ACM

O ACM Bronze foi escolhido para cobrir o teto do espaço de eventos. “Ele se desenvolveu organicamente em facetas triangulares, que ora são o teto, ora são as paredes”, detalha o arquiteto sobre a versatilidade da cobertura. “Tocando o chão em pontos estratégicos, alcança-se a sucessão desejada, sem abrir mão da integração entre o interior e o exterior, que é intensificada pelos vidros incolores”, acrescenta.

Segundo o arquiteto Rafael Péra, a maior dificuldade foi representar a ideia no projeto executivo, pois cortes e elevações tradicionais não seriam suficientes para se executar a obra da Mansão Galo Bravo. Por isso, após a cobertura ser "moldada" plasticamente, por meio de simulações em 3D, cada ponto de contato entre os triângulos recebeu um ponto no eixo x,y,z, a partir do qual foi projetada a estrutura metálica principal e a secundária, que suporta o ACM. Assim, o método da cobertura foi desenvolvido.

Em conjunto, arquitetos, fornecedores, montadores e instaladores criaram um sistema de fixação que usa chapas de MDF sob o ACM, as quais garantem estabilidade e resistência a impactos. “Também utilizamos fitas de vedação nos rejuntes para dar coesão ao conjunto”, finaliza.

Escritório

Barillari + Rafael Péra arquitetura5 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2013
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 9983
Área construída: 1200

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Receba gratuitamente os Boletins e
Informativos da Galeria da Arquitetura.

(55 11) 3879-7777

Fale conosco Anuncie

Outros produtos da e-Construmarket

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo