> > >

< >

Conforto à beira da praia

A 100 m² da praia de Peruíbe (SP), está a Casa em Peruíbe – que recebeu esse nome por conta de sua localização. Antes da reforma, os arquitetos do escritório Vereda Arquitetos encontraram uma residência já existente com condições precárias do ponto de vista de sua conservação. Durante o briefing, definiram com os moradores o projeto da nova morada: um lar para acomodar toda a família com ambientes aconchegantes e modernos, além de ser e bem provido de natureza local.

Desse modo, a ideia inicial da equipe do escritório foi idealizar um layout que é comumente utilizado em residências: a integração do interior com o exterior e, ao mesmo tempo, ambientes destinados às atividades cotidianas típicas das altas temporadas de verão (piscina e festas).

Os ambientes foram dispostos em um único pavimento: térreo. A distribuição do projeto configura um bloco para os quartos, que aproveitou as alvenarias já existentes, e outro para as áreas sociais e de lazer. Os dormitórios priorizaram a privacidade dos moradores e seus convidados, enquanto a área social – salas de estar e jantar e a cozinha – são completamente transparentes e abertas para o exterior. O resultado foi uma casa com, apenas, 160 m² de áreas fechadas que crescem visualmente com os jardins que participam da dinâmica interna.

O jardim do entorno da morada abraça os ambientes internos Foto: André Scarpa 

Para o projeto de interiores, os arquitetos optaram por uma paleta neutra (branco e cinza) com toques de cor no mobiliário, criando uma atmosfera relaxante que combina texturas com cores claras. O uso de materiais naturais nos ambientes internos e externos proporciona modernidade ao projeto.

Os ambientes abertos e integrados por meio de caixilhos de vidro entram em contato com a paisagem, e recebem luz e ventilação naturais. No projeto arquitetônico, o escritório explorou a ventilação cruzada, que possibilita a circulação do ar por todos os cômodos, mantendo o conforto térmico dentro da residência.

O modo de construir é bastante simples em sua configuração final, que resulta em uma única laje de concreto com vigas invertidas e apoiadas em pilares distantes dos fechamentos, liberando toda a fachada da sala que recebeu vidros. Do mesmo modo, nos quartos, a laje não se apoia nas alvenarias antigas de modo a não carregar uma estrutura frágil e pouco confiável.

Escritório



Local: Label,

Tipo de obra:

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

    Ficha Técnica

    Receba gratuitamente os Boletins e
    Informativos da Galeria da Arquitetura.

    (55 11) 3879-7777

    Fale conosco Anuncie

    Outros produtos da e-Construmarket

    novidades fechar
    Receba o boletim da
    Galeria da Arquitetura
    veja um exemplo